sábado, janeiro 07, 2012

Sobre novo álbum do Scorpions





Scorpions






O SCORPIONS lançou o CD "Comeblack" em 4 de novembro através da Sony. O CD apresenta 13 faixas, sendo 7 dos maiores hits da banda, regravadas, além de uma meia dúzia de covers de artistas que inspiraram a lendária banda alemã.

"Nós começamos a trabalhar nas músicas no ano passado entre Janeiro e Fevereiro e então tivemos a ideia de: 'Por que são nós não gravaos um álbum meio a meio? Metade com clássicos do Scorpions e a outra metade com bandas que nos inspiraram como THE BEATLES, ROLLING STONES, YARDBRIDS e THE KINKS?" - comentou o guitarrista Rudolf Schenker para o Noisecreep da AOL.

A banda tentou entre 20 a 25 músicas diferentes antes de escolher as seis finais, que contaram com "Across The Universe" dos BEATLES e "Tainted Love", a música escrita por Ed Cobb e originalmente gravada por Gloria Jones em 1965, mas melhor reconhecido pela banda Pop dos anos 80, Soft Cell.

"Klaus Meine sempre foi um grande fã dos BEATLES, eu sou mais para ROLLING STONES e PRETTY THINGS," diz Schenker. "O que é realmente uma boa situação para os SCORPIONS, pois traz vibrações diferentes. "Across The Universe' não é tão conhecida como outros clássicos dos BEATLES, mas é uma música fantástica e Klaus canta a canção fantasticamente."

O Scorpions planeja lançar um filme da seu show final já programado para a Berlinale 2013 (Festival de cinema internacional de Berlim). Além disso, a banda está mexendo em um "armazém" cheio de filmagens antigas e material inédito - incluindo músicas inéditas de "Blackout" de 1982 e sessões de "Love At First Sting" de 1984 - que também verão a luz do dia.

Schenker finaliza: "O SCORPIONS não está terminando a carreira, nós não queremos nos separar. Mas nós realmente queremos oferecer algo mais para os fãs," diz. "Temos mais de 900 horas de vídeos, em frente das pirâmides, na floresta no Brasil, em frente da Praça Vermelha e assim por diante. Temos tantas possibilidades para criar grandes filmes e muitas faixa bônus".

"Não estamos pensando no final porque estamos no meio da festa e nós queremos desfrutar", acrescenta. "Essa será uma forma fantástica de terminar a carreira. Quarenta anos atrás e até agora tem sido surpreendente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário