sexta-feira, janeiro 06, 2012

Metallica - Desagradando Gregos e Troianos

Mais uma vez o “Experimentarismo” do METALLICA ao lançar o álbum Lulu (2011) em parceria com LOU REED não veio a “encher os olhos” dos fãs ao redor do mundo com suas estrofes repletas de poemas e prosas, pelo contrário, vem a colocar a banda novamente sobre massivas críticas.
Ao anunciar que estariam novamente entrando em estúdio com LOU REED, deixara os fãs um pouco apreensivos, mesmo sendo Death Magnetic (2008) bem aceito pelos headbangers, o fantasma de St. Anger (2003) pela ausência principalmente dos solos de Kirk Hammett e a “batutada” de Lars Ulrich ainda sondava o ambiente.

Assim sendo, mais uma vez a banda tentou inovar e evoluir com mais uma parceria, e Lulu foi nomeado como pior álbum de 2011 pela revista Entertainment Weekly. Os integrantes e Lou Reed dizem estarem satisfeitos, mas no contexto geral, os fãs se sentiram mais uma vez “órfãos” e questionando o porquê do “Gigante Metállico” ter se sujeitado a colocar o nome em risco com mais um “Frankeisntein”.

Embora James e Lars sempre justificarem que a banda somente está onde estão hoje graças à inovação e ousadia, desde a época de Load (1996) - que também foi criticado pelo novo apelo visual e drásticas mudanças no conteúdo musical - eles dizem estarem satisfeitos com o projeto, por mais que os fãs esperavam mais da banda é este o cenário, mesmo depois do sucesso de Death Magnetic, permeado ao grande projeto da turnê The Big Four com MEGADETH, SLAYER
e ANTHRAX, e principalmente da sua espetacular performance no Rock in Rio 2011.

Contudo resume-se na famosa frase “não dá para agradar gregos e troianos” a tradução de mais um capítulo conturbado e cheio de surpresas desta novela chamada METALLICA, mas podemos dizer que Lulu veio a desagradar tanto aos fãs mais antigos como a nova geração que não está tão acostumada a ver sua banda favorita servindo de fundo para “menestréis” recitarem poemas de versos em prosa e pegar uma carona para o sucesso, pois como Reed disse “Trabalhar com o METALLICA foi como ganhar uma Ferrari”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário